Produtos e Serviços Profissionais Casas de Repouso

blog 60 mais ativa

Informação, dicas e novidades sobre o mundo da maturidade para você

Saúde
postado 26.09.2013 às 20:00 por Portal CR
Compartilhe

Mitos e verdades sobre o clareamento dentário

Mitos e verdades sobre o clareamento dentário
1. Má alimentação faz com que escureça os dentes com o passar dos anos
Verdade. A causa mais comum para o escurecimento dos dentes é fisiológica, ou seja, com o passar do tempo a alimentação vai deixando os dentes mais escuros, principalmente alimentos ricos em corantes como café, refrigerantes, vinho tinto, etc. 
 
2.Traumas dos dentes de leite podem comprometer os dentes permanentes.
Verdade. Outras causas são restaurações antigas, principalmente o amálgama, que libera íons de prata e vai deixando os dentes acinzentados, traumas dentais que podem provocar uma hemorragia interna no dente alterando sua cor, alterações na formação do esmalte ou da dentina causadas por problemas congênitos ou por medicamentos.
 
3. Qualquer pessoa pode clarear os dentes.
Mito. Apesar de o clareamento ser um procedimento comum hoje nos consultórios, não são todos os pacientes que possuem indicação para tal tratamento. Pacientes com sensibilidade dentária ou tratam a sensibilidade previamente ou estão contraindicados, pacientes com muitas restaurações ou próteses podem não ter o resultado esperado, assim como alterações por medicamentos, alguns problemas congênitos contra indicam o clareamento.
 
4. O clareamento só é realizado na parte externa do dente.
Mito.Em outros casos podem ser necessários clareamentos internos para se conseguir os resultados esperados.
 
5. Todo mundo pode ficar com dentes brancos como de revistas.
Mito. Importante saber as expectativas do paciente, pois não são todos os dentes que vão ficar com o branco que alguns pacientes procuram, isso depende muito também da matiz do esmalte daquele paciente.
 
6. Tratamentos para clarear os dentes podem prejudicar a estrutura dental. 
Mito. As técnicas mais seguras para o clareamento dental utilizam peróxido de hidrogênio ou de carbamida, em diversas concentrações, o peróxido reage com as moléculas dos pigmentos que mancham os dentes, provocam uma oxidação quebrando essas moléculas e liberando co2 e água, com isso clareando os dentes sem danificar a estrutura dental.
 
7.  Clareamentos feitos em casa não são eficientes.
Mito. Alguns produtos podem ser utilizados em casa (com uso de moldeiras) ou no consultório com auxilio do laser, o profissional vai avaliar e indicar a melhor técnica para cada caso.
 
8.   Pastas de dentes que dizem branquear os dentes não devem ser utilizadas.
Verdade, pois provocam um desgaste do esmalte o que pode se tornar prejudicial, assim como também não se deve utilizar fitas para clarear que se encontra em farmácias, pois podem causar lesões bucais. A supervisão de um dentista é fundamental para se realizar um clareamento de forma segura.

Dr. Flavio Goulart, odontologista da Clínica Crescità
 
comente

leia também

receba novidades em seu e-mail

cadastrar

e-mail cadastrado com sucesso, obrigado!

sobre nós divulgue seu negócio desenvolvido por Julio Guimarães