Produtos e Serviços Profissionais Casas de Repouso

blog 60 mais ativa

Informação, dicas e novidades sobre o mundo da maturidade para você

Saúde
postado 04.11.2013 às 15:00 por Portal CR
Compartilhe

Câimbra: saiba como se livrar desse incômodo

Câimbra: saiba como se livrar desse incômodo
Ela acontece quando menos se espera. De repente, você sente uma dor tão intensa na panturrilha que fica quase impossível movimentar a perna. É a câimbra, um espasmo ou contração involuntária dos músculos, que pode durar de alguns segundos até vários minutos, podendo atingir um ou mais músculos de uma só vez.

Embora mais comum nas pernas, as contrações da câimbra podem atingir qualquer músculo de controle voluntário, como os músculos anteriores e posteriores da coxa, pés, mãos, pescoço e abdômen. O problema costuma acontecer durante a noite ou após exercícios físicos exaustivos e as causas podem ser muitas. Segundo o angiologista Ary Elwing (CRM-22.946), especialista em cirurgia vascular periférica e tratamento a laser, geralmente há a contração muscular por uma irrigação sanguínea inadequada dos músculos, desidratação ou desequilíbrio mineral e, especialmente, pela carência de potássio.

“Embora dolorosa, a câimbra não exige preocupação e nem tratamento, mas pequenas mudanças de hábitos como uma alimentação mais saudável, podem ajudar. No caso de aliviar a dor, é preciso provocar o relaxamento imediato do músculo atingido. A pessoa deve fazer uma massagem no local, para favorecer a circulação. Caso tenha atingido a panturrilha, por exemplo, pode-se colocar o indivíduo em pé, apoiando o peso corporal na outra perna, fazendo com que o membro afetado se movimente como um pêndulo”, explica Elwing, que alerta: se a câimbra passa a se tornar frequente, é necessária uma investigação médica. “Essa frequência pode ter origem vascular, neuromuscular ou metabólica, causadas, respectivamente, por isquemia local, miopatia alcoólica, hipoglicemia ou intoxicação por cafeína”.

O único tratamento no caso de quem sofre com esses espasmos é evitando, com cuidados simples: uma boa sessão de alongamento antes e após exercícios, principalmente para sedentários; hidratação antes, durante e depois do esforço, alimentação balanceada e evitar exercícios físicos em dias muito quentes, são alguns exemplos. “Não adianta tomar analgésicos ou anti-inflamatórios porque farão desaparecer a dor ou diminuirão as manifestações da câimbra. Mas, caso a dor seja insuportável ou tenha contrações muitas vezes ao dia, a aplicação de calor no local pode ajudar, já que o aumento da temperatura favorece o relaxamento dos músculos”, recomenda.
 
Fique atento!

Entre as causas mais comuns para o surgimento de câimbra, estão:

-  Deficiência de sódio, potássio ou magnésio na corrente sanguínea;
-  Acumulo de ácido lático ou cetona nos músculos durante o exercício físico;
-  Desidratação;
-  Doenças metabólicas, como Diabetes, Hipotireoidismo, alcoolismo, hipoglicemia;
-  Doenças neurológicas, como Mal de Parkinson e doença do neurônio motor;
-  Varizes;
-  Hemodiálise;
-  Anemia;
-  Permanência muito tempo sentado ou deitado em uma posição inadequada;
-  Miopatia;
-  Uso de medicamentos como diuréticos ou Donepezila, Neistigmina, Ralaxifeno, Salbutamol e Cloridrato de lovastatina, por exemplo.

Dicas para aliviar as câimbras:

1. Tome um copo de água com sal se o caso for de câimbra de calor e se não tiver problemas de pressão alta.
2. Para câimbra na panturrilha, apoie o pé no chão e ande apoiando o peso do corpo nos calcanhares.
3. Para câimbra no braço, peça para alguém que dobre o antebraço até formar um ângulo reto com o braço.
5. Para câimbras no abdômen, flexione as pernas.
6. Procure fazer alongamentos.
7. Procure alimentar-se com muitas frutas e legumes que contêm minerais.

Fonte - Dr. Ary Elwing (CRM-22.946), especialista em cirurgia vascular periférica e tratamento a laser.
comente

leia também

receba novidades em seu e-mail

cadastrar

e-mail cadastrado com sucesso, obrigado!

sobre nós divulgue seu negócio desenvolvido por Julio Guimarães