Produtos e Serviços Profissionais Casas de Repouso

blog 60 mais ativa

Informação, dicas e novidades sobre o mundo da maturidade para você

Notícias
postado 09.09.2013 às 15:00 por Portal CR
Compartilhe

Aspectos positivos do processo de envelhecer

Aspectos positivos do processo de envelhecer Instituto CPFL | Cultura

Módulo de setembro buscará delinear conceitos acerca dos aspectos positivos do processo de envelhecer.

O Café Filosófico de setembro discute o envelhecimento, buscando sua face mais bela. Mirian Goldenberg, antropóloga, colunista da Folha de S. Paulo e autora de diversos títulos sobre a velhice é a curadora do módulo “A bela velhice”, composto por quatro apresentações realizadas às sextas-feiras, às 19h, no Instituto CPFL | Cultura, em Campinas. As apresentações também serão transmitidas ao vivo, pela internet.

 Mirian Goldenberg aproveitará os encontros para lançar seu livro, que leva o mesmo nome do módulo, “A Bela Velhice”, (editora Record). A obra busca um diálogo com o livro “A Velhice” de Simone de Beauvoir (1908-1986), derrubando mitos e tratando o envelhecer como uma fase saudável da vida. 

As apresentações

As palestras apresentarão diálogos sobre o envelhecimento e a cultura brasileira, a terceira idade como nova classe de consumo, a busca pela longevidade e os aspectos positivos do processo de envelhecer. O propósito de cada um dos programas será revelar o que cada indivíduo pode fazer para experimentar uma “bela velhice”, como ela pode ser construída ao longo da vida ou mesmo tardiamente. Ao ampliar o tema, as apresentações pretendem construir um conceito em torno da velhice que ressalte sua beleza e, assim aumentar a nossa capacidade de experimentar a fase final da vida de forma mais positiva e saudável.

06/09| sex | 19h
O corpo como capital e o significado do envelhecimento na cultura brasileira.
Com Mirian Goldenberg, antropóloga, professora da UFRJ

Serão apresentados e discutidos a importância do corpo e o significado do envelhecimento na cultura brasileira, para homens e mulheres. Todos os dados apresentados serão pertinentes à população brasileira, particularmente à classe média carioca pesquisada pela antropóloga, comparada com outras culturas. Serão objeto desta apresentação aspectos os mais diversos, desde a importância do corpo, as invejas masculinas e femininas, os medos e os significados do envelhecimento para homens e mulheres, por exemplo.
 
13/09 | sex | 19h

A invenção da terceira idade: novos estilos de vida e padrões de consumo
Com Guita Grin Debert, antropóloga, professora titular da UNICAMP

Como novos períodos da vida são criados? Quais são as formas propostas para bem viver o envelhecimento? O que a antropologia pode nos dizer sobre a invenção de novos atores sociais e de novos e estilos de vida e do consumo de bens e de serviços? Com a apresentação de diferentes contextos etnográficos e experiências de envelhecimento os seguintes temas serão abordados: A antropologia e a Construção Histórica e Social das Etapas da Vida;  Diversidade Cultural e os Universais da Velhice; Modernidade, Idade e Geração; Os Programas para a Terceira Idade e as Associações de Aposentados: mulheres e homens redefinindo a vida adulta; O Idoso na Mídia: mercado de consumo e estilos de vida; A Medicina Geriátrica e as Novas Concepções sobre o Corpo, a Saúde e a Beleza; Vida Sexual e Felicidade na Terceira Idade.
 
20/09| sex | 19h


A revolução da longevidade
Com Alexandre Kalache, médico, presidente do Centro Internacional de Longevidade.
 
Serão apresentados e discutidos as diferenças de gênero no envelhecimento, a questão da aposentadoria, o papel da família e dos amigos no cuidado dos idosos, a ideia de antiaging, os conceitos de curso da vida e de envelhecimento ativo e a revolução da longevidade.
 
27/09 | sex | 19h

A bela velhice

Com Mirian Goldenberg, antropóloga, professora da UFRJ.

Apesar de não apresentar mapas, segredos, fórmulas ou receitas, com a ideia de “bela velhice”, Mirian busca explorar os aspectos positivos do envelhecimento. Ela analisa o que é mais relevante nos discursos dos seus pesquisados para pensar a construção de uma “bela velhice”: encontrar o projeto de vida, buscar o significado da existência, conquistar a liberdade, almejar a felicidade, cultivar a amizade, viver intensamente o presente, aprender a dizer não, respeitar as vontades e paixões, vencer os medos, aceitar a própria idade e dar muitas risadas.
 
Serviço:
Café Filosófico: “A Bela Velhice”
Apresentações às sextas-feiras de setembro, às 19h.
Instituto CPFL| Cultura: Rua Jorge Figueiredo Corrêa, 1632, Chácara Primavera, Campinas - SP).
Informações: (19) 3756-8000. www.cpflcultura.com.br
Transmissão ao vivo pelo www.cpflcultura.com.br/aovivo
Entrada franca, por ordem de chegada, a partir das 18h.

comente

leia também

receba novidades em seu e-mail

cadastrar

e-mail cadastrado com sucesso, obrigado!

sobre nós divulgue seu negócio desenvolvido por Julio Guimarães